O Consórcio, que apesar de ser uma das modalidades mais populares no Brasil, é visto muitas vezes como complexo – e até mesmo duvidoso – por muitas pessoas. A grande verdade é que o Consórcio não chega nem perto disso; pelo contrário: ele é a melhor opção para quem deseja realizar uma compra programada e quer fugir dos altos juros que tornam os parcelamentos infinitos.

 Foram mais de 3 milhões de cotas de Consórcio vendidas em 2020.  O Sistema de Consórcios mostrou que oferece estabilidade, equilíbrio, segurança e tranquilidade ao mercado consumidor. Com isso, foi possível avançar 5,2% no total de cotas vendidas, chegando a 3,03 milhões. No mesmo período de 2019, foram 2,87 milhões. Novo recorde 3 milhões de adesões vendidas em 2020 

Os resultados consolidados de 2020 confirmam: foi o melhor ano da história para o setor de consórcios. Apesar dos efeitos da pandemia da covid-19 serem percebidos. Um fator importante que não é destacado é que o Consórcio é bem mais que uma modalidade de compra. O sistema possui uma responsabilidade social considerável e é importante para a situação econômica atual do país, pois estimula o consumidor a ser mais consciente financeiramente, realizando planos a longo prazo e poupando, o que evita o endividamento excessivo. 


Segundo a Abac, a desaceleração da economia para alguns setores, principalmente nos meses de março e abril de 2020, não impediram que o Sistema de Consórcios encerrasse o ano batendo diversos recordes. Entre eles, o de mais de 3 milhões de adesões O recorde alcançado no ano passado evidencia que, apesar das apreensões vividas em anos de crise, os consórcios têm reconhecida resiliência 

Também ocorreu que a resposta das administradoras foi muito rápida na busca por soluções para se reinventarem em um momento econômico desafiador. Dessa forma, foi possível atingir um crescimento de 21,3% nas adesões ao consórcio na década encerrada em 2020. Faturamento do setor de consórcios supera R$ 160 bilhões Além da venda de mais cotas de consórcios, os dados divulgados pela assessoria econômica da ABAC mostram ainda que cresceu o valor médio dos contratos firmados.

No ano, o chamado tíquete médio ficou em R$ 54,18 mil, tendo valorização de 15,6% ante a média de R$ 46,88 mil em 2019. A combinação de maior venda de cotas e aumento do valor do tíquete médio refletem naturalmente em outro indicador. É o volume de créditos comercializados, que corresponde a soma de todos os contratos de consórcio firmados em um determinado período.

 Apesar da oscilações, os negócios do setor chegaram a R$ 163,63 bilhões. Foi uma alta de 21,5% em comparação com os R$ 134,68 bilhões contabilizados em 2019. O recorde do ano foi anotado em setembro, com R$ 22,03 bilhões. A alta desses três indicadores (adesões, tíquete médio e faturamento) não foi um movimento isolado no Sistema de Consórcios.


Se você já chegou naquela fase da sua vida cuja preocupação com a realização de sonhos ou ampliação do seu patrimônio chega a tirar o seu sono, mas não sabe bem por onde começar, você está no lugar certo para encontrar a solução.

O mercado de consumo oferece inúmeras opções financeiras para que possamos adquirir bens ou contratar serviços, com planos e formatos que se adaptam a diferentes perfis e orçamentos. 

. Mas como eu sei se essa é a melhor opção? Existem vários fatores a serem considerados, mas 3 características podem indicar se o Consórcio é uma boa opção para você, como dificuldades para se organizar financeiramente, não possuir o hábito de poupar e não ter tanta urgência em adquirir o que tanto deseja. Se você chegou até aqui, e está enxergando aquela luz no final do túnel para realizar a compra que você tanto deseja, é importante, antes de tudo, que você entenda como todo este processo do sistema de Consórcio funciona.



Fonte: Abac
www.abac.org.br